Poesia

victorias-secret
 
ode a uma deusa
 
deusa
que me atormenta nos sonhos
 
teus olhos amendoados
fascinam.
 
és belíssima,
por isso me torturas.
 
deusa,
livra-me de tua devoção,
para que possa saciar-me.
 
porque és deusa,
e teu caminho, natural,
é o céu;
 
jamais a terra,
deste reles e simples mortal.
 
fps, 22/03, 11:16
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?