13.2.07

João Hélio e - mais uma vez - a redução da maioridade penal

Mais um crime hediondo no país, e novamente a roda e a roda dos crimes que assolam nossas consciências se torna mais forte, e em cima de duas medidas, uma velha e uma nova, que são apontadas todos os dias para se resolver crimes que não tem muita solução.
 
A primeira, a da maioridade penal, vem a calhar para os que se identificam com os filhos das vítimas mas desconhecem que a Lei é para todos, sem exceção (ou deveria ser, pelo menos); a segunda, a da autonomia penal, é a novidade lançada pelos que desconhecem que não é só de Código Penal que se vive nesse país, mas também de Código Civil, Comercial, CLT e outras tantas - que, estranhamente, ninguém quer estadualizar para não dar ônus aos Estados da Federação.
 
Particularmente, sou favorável à redução da maioridade - não só da penal: afinal de contas, quem é que não quer dirigir, casar, trabalhar, prestar concurso e tantas outras coisas que só os maiores de idade poderiam ter? E quanto a autonomia, também sou a favor - mas não só da penal: porque não a autonomia completa dos Estados, que lhes daria o poder de fazer impostos e criar suas próprias Leis do Trabalho, da Previdência, administrativas e etc.?
 
Logo, porque não liberar geral? Seria ao menos mais fácil e menos hipócrita lidar com as consequências de nossa realidade insana.
 

 
Para pensar: se baixarem a maioridade penal e em dez anos manchetes de jornal falarem nos custos cada vez maiores de nosso sistema carcerário, alguém vai se sensibilizar com o imposto que está pagando para manter esse sistema? Ou vão pedir a pena de morte em massa, no modelo chinês, para 'resolver o problema'?
 

 
Finalmente: meus sentimentos à família do menino - uma morte estúpida, de um jeito estúpido, num mundo cada vez mais estúpido.

Um comentário:

  1. Lembrei-me de um comentário, feito por um âncora de TV: "Todo mundo é a favor da pena de morte até ter um parente condenado..."

    ResponderExcluir

Faça seus comentários AQUI.

Para pensar - Peter Pan. (via romantizado)

Ela me disse que amar era sofrer, e eu olhei pra ela e disse que sofreria por ela. Peter Pan. (via romantizado) http://ift.tt/2j028rt via ...