Mas o brasileiro fala tão mal do país mesmo?

Estranho ... se acessarmos os sites domésticos da CNN, dos jornais de países europeus ou dos grandes sítios internacionais ninguém verá somente boas notícias; muito pelo contrário, sempre soubemos que a má nova é que vende, nunca a boa, e que criticar políticos e a política sempre é interessante porque mostra a independência de um periódico, mesmo que ela não exista de verdade.
 
Logo, porque Lula, a esfinge presidencial, insiste em querer uma imprensa que não fale mal do país se o povo que a lê não pensa desse jeito? O povo pode até estar errado em sua análise, mas a percepção de que há muita coisa boa no país não retira dele a insatisfação natural de quem nunca confiou nas instituições e tem cada vez mais motivos para se sentir injuriado com o que acontece por aí.
 
Além disso, falar mal é fácil; difícil é dar soluções para os problemas do cotidiano - alguém se habilita?
 
...
 
E você, concorda ou discorda dessa afirmação? Aliás, gostaria que o Olho Clínico tivesse algum link para sites internacionais, a fim de saber se realmente o estrangeiro fala tão mal de si mesmo como o nosso?
 
Como sempre, a palavra é sua: comente, grite, berre se quiser - ou melhor, não berre muito porque dói no ouvido ... rs ...

Comentários

  1. Botar a boca no trombone não é mal do brasileiro. Creio que todo mundo fala mal de seu próprio país. E também somos conhecidos pelo nosso excessivo ufanismo. Aplaudimos até o hino nacional (dizem que somos o único povo que faz isso).

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?