Poesia

Num jogo de futebol

Apito.

Bola e pé.

Bola.

Pé.

Bola, bola, bola,
pé ante pé,
bola.

Bola que rola.

Bola no pé.

Bola, bola rola,
bola no pé.

Bola ao vento,
rápido tempo,
bola no pé,
chuta a bola,
deita e rola,
rola na mão.

Da mão para o pé.

Do pé para a frente,
na frente num riso,
num doce aviso
que vem por aí.

Pé, ante pé,
a bola vai.

Chutam ...

a bola ?

Não, chutam o pé.

Um cartão se vê no ar.

Continua o jogo.

Bola no canto,
rola a bola,
bola p´rum lado,
bola p´ro outro,
bola rasteira,
bola rápida,
bola bola,
bola a mais,
bola correndo,
bola e mais bola,
bola,
bola,
bola,
bola que chuta,
chuta a bola !
chuta p´ro gol,
chuta,
gol,
gol,


Gol ...



Goooooooooooooooooooooooool !!!!



fps, 05/02/96, 10:30

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Dória prefeito: a vitória do que São Paulo é sobre o que ela deveria ser