Que Deus maravilhoso esse que possibilita uma diversidade orientações sexuais, mas espera de seus filhos que exerçam apenas uma. Ridículo. É seu direito pensar uma tolice dessas. Mas não é direito de igreja nenhuma interferir em direitos civis.

O ativista que escreveu essa frase também comentou: "De fato, n há prova d q orientação sexual seja 100% determinada pela genética. Mas muitos, como Mayana Zatz, consideram provável haver 1 herança multifatorial. Sobre "suportar sua cruz corajosamente", é cinismo condenar alguem à solidão pela vida".

Com certeza, meu caro colega, você não concorda com o Deus cristão e com a visão de mundo dos protestantes, baseada em sacrifício pessoal por uma causa (e por um desejo, o de vida eterna com Cristo). Da mesma forma, acredito que você pensa que alguém que NÃO QUER ser homossexual tem que assumir seus desejos e considerá-los "naturais" e para "não ficar só", como se só fosse possível a essas pessoas ficarem junto com alguém se for para agir como gays do século XXI.

Ora, é direito dos evangélicos questionar o que está acontecendo na sociedade, e dizer que está errado achar que tudo é válido e tudo pode no mundo do século XXI; é evidente que há exageros, e tem muita gente nojenta no meio cristão aproveitando-se disso para divulgar pensamentos fascistas, porém isso não é motivo para dizer que "uma vez gay, sempre gay" ou que "o mundo é gay", algumas das bobagens que se lêem e ouvem por aí.

Reconheça o direito dos que não querem ser diferentes, colega; apenas isso.

P. S.: não falarei mais sobre esse assunto, pois argumentos não faltam, de um lado ou de outro; e, quando dois lados chegam a uma situação de impasse, é melhor deixar que a sorte (ou o destino) decida por um dos lados ... logo, "a sorte está lançada", certo?

Pergunte ao Trash

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Dória prefeito: a vitória do que São Paulo é sobre o que ela deveria ser