Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Poesia

eu tinha um sonho, um sonho simples; voltar a viver a vida, dia a dia, hora a hora, minuto. a luta que vivo é intensa, mas é limítrofe, limitada, muito complexa. queria sonhar, viver, andar sem ter medo das dores, das lutas, da falta de fé. sem pensar, refletir, só sonhar ... apenas, e tão somente, viver. fps, 30/05, 06:40 (testando os próprios limites)

Outra reflexão: o povo não sabe votar? Ou é a elite que não sabe?

Vasculhando em meus emails antigos, outra pérola, que continua atual:
"O povo nunca estará preparado para votar, não da forma que Justiça Eleitoral prega em suas propagandas e os colunistas políticos desejam, a saber: elegendo os supostamente mais capacitados para o cargo executivo, depois de extensa pesquisa e comparação curricular e coisa e tal. Na verdade o povo quer no Congresso alguém que te represente nas demandas do dia-a-dia, que lute pelos seus interesses e não pelo da sociedade como um todo; a maior falha das ditaduras, aliás, está em escolher um modelo específico de conduta (em geral o da maioria) e aplicá-lo a todos, sem direito a questionamento e com um consenso que vai de cima a baixo ("graças a Deus, não temos partidos", como diria Getúlio Vargas, mestre do positivismo brazuca). Povo vota por interesses, não por ideologias ou pelo bem comum; aliás, essa é a graça da democracia, defender o que é seu e conseguir o bem comum pelo consenso de todos -…