Poesia: Ceia do Senhor



o velho ancião serve a ceia.
e nela, uma vida.

talvez seja a última,
não sei.

uma história de vida que passa diante dos olhos.

o pão, corpo de cristo. (não)

metáfora do corpo de cristo.

o vinho, como se fosse o sangue.

pão, e vinho.
música, fala, ação.

oração. comunhão. pensamento.

graça. imerecida.


o velho ancião a ceia serve,
e nela uma vida inteira se resume.




glória seja ao pai, ao filho e ao santo espírito,
como era no princípio, é hoje, e para sempre.

eternamente. amém.

fps, 15/11/13, 12:00

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?