Poesia


Não sei porque,
mas parece que sinto sua falta.

Sinto que me falta o chão.
Sei que não sou nada,
diante do mundão que tens.

Mas sei que sou teu.
Sei lá se você se importa
com meu mundo de poesia.

Não tenho a mínima ideia
do que pensas sobre isso.

Mas sei que sou teu.
Sei quem sou.
E sei
que quero criar um mundo com você.

Ainda que seja tão difícil sonhar com algo assim.
Difícil ...
Difícil.

fps, 01/11/2014, 21:02

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?