29.4.16

Poesia



Você passa por mim na rua. 

Me ignora, finge que não existo.

Mas, escondida, chora - assim torço eu.

Você me olha de longe, acena, fascina, me excita.

Você, você ...

Da janela, você vê meus acertos, meus erros.

Mas na rua, nem me observa.

Finge que não vê.

Espero que não chores, porque eu não posso chorar por isso.

fps, 29/04, 19:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

Para pensar - Simone Ribeiro. (via nobroke)

Amar você é como um grito desesperado no vácuo, não importa quantas vezes eu grite, você não vai gritar de volta. Simone Ribeiro. (via nobr...