21.5.17

Poesia (ou prosa?): Porque a Revolução nunca aconteceu no Brasil?



Quando a Independência ocorreu, foi assim: 
o senhor distinto que estava em viagem se indignava, 
o regente rasgava as cartas enquanto se arrumava,
e o caboclo, distante, a tudo observava.

Mas não concordava. Nem discordava. E cuidava da vida.

Quando a República foi proclamada,
com a procissão pelas ruas anunciando o novo dia,
e o novo Presidente saudando o imperador que ia,
o ex-escravo, por perto, em tudo assentia.

Mas não concordava. Nem discordava. E cuidava da vida.

Quando Getúlio ameaçou invadir o Catete,
e proclamou o Estado Novo pela Rádio Nacional
o trabalhador ouvia o discurso, embebido pela cal,
e a dona de casa esperava pela novela.

Mas não concordava. Nem discordava. E cuidava da vida.

Quando os militares anunciaram novos tempos,
baixaram o Ato, sentaram o cacete em nome da Revolução.
Mas o cara do povo, pacato e nobre cidadão,
se embasbacava com os 10% de crescimento, o milagre.

Mas não concordava. Nem discordava. E cuidava da vida.

Veio a Nova República, desforra, a "Constituição cidadã".
Direitos fundamentais, revolução, uma elite satisfeita,
para desespero de muitos, gente considerada direita.
Mas o homem do povo, esse, como o "nove", não sabe de nada.

Não concorda. Nem discorda. Só cuida da vida.

Hoje, passeatas pelas ruas, redes sociais, lugares de fala.
Muita gente dizendo o que acha, palavras gritadas ao vento.
Mas o povo - velho e novo - não tem tempo para lamento.
Como lá no passado, e hoje, só consegue pensar no agora.

Não concorda. Nem discorda. Cuida da vida.

E só quer, de fato, uma coisa: 
que não fiquem em seu caminho.


fps, 19/05/17

18.5.17

Poesia: Plantão



"É o Plantão, no ar, com as notícias do dia" ...

Corre, corre, corre, sua.
Chora.

Colo, colinho.

Chão. 

Bebê que não para.
Lindinha da mãe.

Corre, corre, corre, chuta, bate.

Chora.

Colo, não quer, colo, não quer!!!

Chão.

Anda, para, vai, desenha,
pega caixa.

Corre, corre, corre, corre com a caixa.

Cai no chão.

Chorinho, chorinho... CHORÃO!!!!

Colo, colo, colo. Sem parar, mais colo.

Naninha.

Colo, aguinha. Quarto.

Cozinha (chorinho ao fundo).

Armário, lata.

"Preparado especialmente para crianças de 6 meses a 2 anos".

Fogo.
Mamadeira, água, pó.
Chooc, chooc, chooc.

Leite. 

Glub, gloob, glub.

ZZZZZZZ ...


- E as notícias, que coisa... você viu que o presidente renunciou?
- (zzzzz) Não.

- Mas como não? Você não vê o "Plantão"? Que alienada....

fps, 18/05/2017, 15:12




7.5.17

Reflexão vazia na calada da noite fria

Estou cansado de ver textos sem pé nem cabeça, que começam de forma brilhante para acabar melancolicamente em chavões.

De direita ou de esquerda. É cansativo, chato. Não cola.

Para pensar - Em busca da sétima chave. (via adesejar)

O seu caos não me assusta, pelo contrário, eu quero fazer morada nele. Em busca da sétima chave. (via adesejar) http://ift.tt/2BjX21I via ...