Para pensar

Dois pontos de vista
 
Pergunta: Porque a venda de armas pode ser proibida depois de um massacre como o dos 32 americanos mortos no Estado de Virginia e não pode ser proibida no Brasil por um simples referendo?
 
Resposta do praticante de tiro:
- Porque tudo depende de quem está portando a arma - se o seu filho, ou o meu ...
 
Resposta do defensor dos Direitos Humanos:
- Porque tudo depende de quem está levando o tiro - se o seu filho, ou o meu ...

FPS, 17/04, 15:34

Comentários

  1. Sobre o referendo de armas:
    No Brasil a restrição ao uso de armas é tão pesada que na prática é legalmente inviável você portar uma arma. Veja bem: apenas "legalmente".

    Sobre probir-se a venda de armas após um massacre:
    O mesmo que colocar trava na porta após a entrada do ladrão. Ou mudar o código de obras apenas após o segundo grande incêndio (lembram-se do Andraus e depois o Joelma?).

    Não depende de quem leva ou dá os tiros. Não tenho arma em casa, não quero que meus filhos tenham. Mas acho que dentro das devidas restrições (que minimizem a possibildiade de seu mau uso) é um direito.

    Massacres deste tipo são uma reação do individuo à sociedade como um todo. As vítimas são escolhidas ao acaso, pois a sociedade em si não tem rosto. Não devemos olhar apenas para o lado psicilógico do assassino, mas buscar as causas, dentro da sociologia e da psicologia social, que geram este tipo de comportamento.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?