Mais realista que o rei ...

Então tá

Em meados dos anos 70, um acidente de caminhão deixou lotado o hospital de São Bento do Una, em Pernambuco. Deputado estadual pelo então MDB, o médico Lívio Valença (1916-2003) foi chamado a ajudar no socorro às vítimas. Uma vez no local, iniciou a triagem dos feridos:
-Este não é grave... Aquele pode mandar para a enfermaria... O outro ali precisa de cirurgia... Este está morto.
-Ei, doutor Lívio, estou vivo!-, protestou, da maca, o homem cujo óbito acabara de ser declarado.
Ávido por agradar ao chefe, um assessor do deputado repreendeu duramente o enfermo:
-Cala a boca, rapaz! Vai duvidar do doutor Lívio?

(Contraponto, Folha de S. Paulo, 27/06/2007)

Comentários

  1. Rodrigo1:57 PM

    Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?