Poesia

Sobre a natureza da vida

Caríssima,
às vezes é duro
olhar para as voltas que o mundo dá.

Impressiona
sentir que a vida
em todos os cantos tem algo a mostrar.

A mostrar
que em todas as horas
sempre haverá algo que descrever.

Descrever
o sentido da vida
em poucas palavras, não dá p´ra entender.

Entender
que a vida é insana
e ingrata, e dá forças para conservar.

Conservar
a beleza da vida
que, apesar de ingrata, é boa também.

Pois eu sei
que, sonho ou pesadelo,
a gente melhora, pensando mui bem.

Não se iluda,
que o tempo não muda
os caminhos onde eu irei passar.

Já que sei
que, por vida ingrata,
num repente muda, como mudará.

Mudará,
para um tempo escondido,
onde toda tristeza haverá de cessar.

E onde a alegria sempre reinará.




fps

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?