29.7.10

Poesia

copia-de-amor

Porque amo você (ou Como explicar o inexplicável)

Você,

que me afaga e seduz,

que traz brilho e luz,

que enfeitiça e alenta,

que sente e que sofre,

que briga e que corre,

que sua e que pensa,

que age e pressente,

que vive,

que luta,

que xinga,

que batalha,

que ama.

 

Você,

que mostra em sentidos

tão loucos e firmes

todas as virtudes

e todos os defeitos

de uma mulher.

 

Você,

que age, sincera,

que sente, que espera,

você,

sim, você.

 

Você,

a única e pura,

a simples e dura,

sincera e insegura,

a luz que perdura,

a grande certeza,

da grande firmeza,

a mulher de fé,

da fé que incendeia,

que arde, que queima,

a grande mulher

que em tudo me amou.

 

Pois você,

que se julga ser a menor,

foi justo você quem me conquistou.

 

E, por mais louco que seja,

foi você.

sim, foi você,

foi justo você quem mais me amou.

Será que , depois de tudo isso,

não tenho motivos de sobra para dizer que te amo ?

 

fps, 23/07/02

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

Para pensar - Peter Pan. (via romantizado)

Ela me disse que amar era sofrer, e eu olhei pra ela e disse que sofreria por ela. Peter Pan. (via romantizado) http://ift.tt/2j028rt via ...