Poesia: Por favor ...

 

por_favor

Bata na porta antes de entrar.

...

Não bata a porta depois de entrar.

...

Não bata a porta, em quaisquer circunstâncias.

...

Não bata a porta.

...

Não bata o carro.

...

Não bata no vizinho.

...

Não bata.

...

Não beba antes de dirigir.

...

Não dirija depois de beber.

...

Não beba demais em festas.

...

Não beba demais em casa.

...

Não beba demais na rua.

...

Aliás, nem beba.

...

Não peça fiado.

...

Pague o que deve.

...

Não faça feio co´a sogra.

...

Não fale mal do seu chefe.

...

Não fale mal do colega.

...

Não fale mal de ninguém.

...

Não fale alto, p´ra não chamar atenção.

...

Não fale baixo, p´ra que´u possa te ouvir.

...

Não xingue ninguém.

...

Não perca a calma.

...

Não me xingue.

...

Não me encha a paciência.

 

E não diga que eu não te avisei.

 

fps, 05/06/96

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Dória prefeito: a vitória do que São Paulo é sobre o que ela deveria ser