13.2.13

Poesia: Carnaval de crente

 
mascara-carnaval-gesso
 
carnaval de crente
é harmonia com deus
longe de momo e da folia.
 
enquanto passa a festa profana
no retiro o jovem canta
e bem longe de tudo aquilo
o pastor prega contra o mal.
 
descem as ladeiras
do pelô os atabaques a ogum
e enquanto isso no templo
ex-mãe-de-santo maldiz o passado.
 
em olinda os bonecos vibram
e os calvinistas suspiram de raiva,
com saudades de nassau.
 
e dos pastores
que vieram para trazer ao povo a sã doutrina
mas que se perderam nos encantos da terra
e da gente boa.
 
 
sorte que a quarta é de cinzas,
e evangélico come carne na sexta da paixão.
 
hehe.
 
fps, 13/02/2013, 18:16

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Disqus for Trash Etc!