Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Poesia, sem nome

Imagem
quero a mulher que amo, a mulher que me ama e a mulher da vida que amo.
mas quero que a mulher que amo me ame como a mulher que me ama me ama e a vida que amo com a mulher que me ama seja vida, 
assim como a mulher da vida que ama ame a vida que a mulher que me ama dá.
daí a mulher que amo me amará como a mulher que me ama, e a mulher da vida que ama será a mulher da vida que amo.
e a vida e a mulher e o amor serão sempre o amar ... 
fps, 02/03, 13:03

Poesia: Imagens diversas

Imagem
Imagens diversas
eu vi o futuro passando em mi´a frente: o senhor, sorridente, e a corte ao redor.
eu vi o presente.
o homem que estuda, que se reinventa, guerreira ao seu lado, enxugando o suor.
eu vi o passado.
meu pai me olhando, irmão e eu chegando, colégio bem longe, de onde viemos.
a pé.
não era necessário lutar, mas lutamos.
não era preciso, mas vencemos.
sempre existirão desafios.
para todos os gostos.
e sempre teremos trilhas a subir e vistas para nos desfrutar.
a cidade mística me aguarda. a nova jerusalém me excita.
mas eu chegarei. onde ainda, não sei.
virei, verei, vencerei.
e só Deus pode mudar esse destino.
fps, 26/05, 14:45

Poesia: O que eu quero

Imagem
quero sexo.
poeira, ascendente, estrela, mar quente.
banho. 
de sol e de mar, de lua e céu.
quero amar.
sentimento no ar, calor que enlouquece.
que desfalece.
quero comida.
furor, do teu corpo, do meu.
saciar minha fome ...
quero tua pele, teu jeito,  tua vontade, teu carinho, teu afeto, teu sonho, teu tesão, sem pudores, sem doce ...
... sem medo ...
quero ... quero tanto ...
quero tanto te chamar de meu bem, de meu querer, de meu ser, de meu amor, de meu tudo.
de meu tesão enlouquecedor ...
... quero saciar-me de amor, enlouquecer diante de ti ...
não quero rapunzel, presa na torre, nem branca de neve, deitada a espera de quem a leve ao castelo.
quero diana, afrodite, hera, quero uma sereia.
quero ... quero ... 
quero você, somente você.
você ... você ...
você.
fps, 14/12/12, 01:31

Clichês, ah, clichês ...

Um colunista da Carta Capital tentou desconstruir os clichês da direita militante, aqueles que a internet violenta passa todos os dias. O resultado foi esse aqui.
Contudo, cada um tem visões diferentes da mesma polêmica, e resolvi fazer a minha, pegando os mesmos "textos genéricos" que foram apresentados para mostrar uma visão menos, digamos, engajada do tema, obedecendo a própria ideia do texto de discutir tais clichês. Segue minha conclusão:
“Negros tem preconceitos contra eles mesmos”
Relativo: a cultura negra no Brasil, assim como a indígena, foi dissolvida no meio de séculos de miscigenação (que a esquerda se recusa a admitir que existiu muitas vezes por livre e espontânea vontade).

Mas, para ficar no exemplo comum: qual o problema do cidadão se ele é um negro famoso e deseja ficar com uma loira de parar o trânsito, ao invés de uma "mulata globeleza"?
“Não precisamos de consciência preta, parda ou branca. Precisamos de consciência humana” Essa frase, apesar de …