Poesias baseadas na mesma imagem - 1


Sarça ''estilosa''

Moisés, quando viu a original,
tremeu de espanto - queimava, sem queimar.

Ou, como diz a Bíblia:
"fogo saía, mas não a consumia".

Dizem que a pomba, ao centro, é o Espírito;
consola, presente, e lembra do Pai e do Filho.

De longe, parece uma árvore (e, na verdade, o é);
mas tem gente que acha que isso é apenas um repolho crescido.

Não duvido mesmo.

Mas, ainda que seja estranho pensar em quem sou eu de verdade,
me dá extremo prazer em olhar essa sarça e dizer: ''esse sou eu''.

Ou, talvez, espanto: "isso realmente sou eu?".

Quem sou eu?


A sarça ardente é o símbolo das igrejas reformadas desde 1583,
e foi ''importada'' dos Estados Unidos como o símbolo oficial da Igreja Presbiteriana do Brasil.
Esta é a última reestilização da sarça, datada de 1999.


FPS, 06/12/2005, 12:00

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?