Poesia

Desespero

 

Qual o motivo

que leva os bravos e fortes do mundo

a ter tanto medo ?

 

Qual a origem

do desespero

que aflige os homens de bem ?

 

O que leva esses homens

a suar tão frio,

a ter calafrios,

sentir-se cansados,

ou mesmo esgotados,

sofrer devaneios,

entrar em colapso

- meu Deus, o que faço ? -

a espera de algo

- que seja - um milagre,

algo de querido,

talvez tão sofrido,

que acabe com tudo

e devolva a paz ?

 

Que coisa acontece

que faz com que o mundo

torne-se um tufão,

que torna a todos

crianças sem dono,

sem pais, nem amigos,

sem nenhum consolo,

sem nenhum caminho,

levados apenas

por algo divino

chamado destino ?

 

 

Respostas ? Não existem.

 

Perguntas ? Persistem.

 

Porque, não sei.

 

Conclusões, talvez apenas uma:

não há melhor fim para o desespero

senão no refúgio de uma solução.

 

 

FPS, 12/10/95, 16:25

Comentários

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?