30.5.07

Coisas de gaúcho ... e quem tiver, manda do paranaense, do paulista, do carioca ...

Coisas de Gaúcho , é o DNA deles... (escrito por um carioca)

1- Ele comenta com você notícias que "deu no rádio"

2- Quando ele conversa, parece uma briga

3- As 6 da manhã, mesmo sábado ou domingo, ele já faz barulho com a "chaleira e o mate"

4- Não existe lugar nem hora inconveniente para andar com uma cuia...

5- Domingo sempre tem churrasco de meio-dia

6- O que sobra, vira arroz carreteiro

7- Se é colorado, é anti-gremista

8- Se é gremista, é anti-colorado

9- Se não tem dinheiro vai para: Capão da Canoa, Imbé e Tramandaí as melhores praias do Sul.

10- Se tem dinheiro vai para: Punta del Este, Floripa e Bahia.

11- Prefere pala e poncho a casaco

12- Não dá a mínima para o 7 de setembro e sim para o 20 de setembro.

13- Fica furioso com Revolução Constitucionalista de 32

14- Canta de cor todo o Hino Rio-Grandense no 20 de setembro

15- É separatista

16- Paga " um boi " pra não entrar numa briga e, depois que entrou paga " dois bois " pra não sair

17- Tem a bandeira no RS colada na traseira do carro 

18- Sempre tem um amigo "estanciero" (fazendeiro) em Bagé ou Passo Fundo

19- Teve algum parente na Revolução de 30

20- Nunca existiu mulher mais linda do que Ieda Maria Vargas  

21- Odeia a poluição de São Paulo, mas adora a de Buenos Aires  

22 - De Getúlio a Médici, todos grandes presidentes . Por que? Eram gaúchos .

23- Deus enviou o seu Messias ao Rio Grande do Sul . Nome? Leonel Brizola

24- Se acha provinciano, e se orgulha disso

25- Harvard? Oxford? Cambridge? Yale? Princeton? Sorbonne? Que nada,
universidade é a Ufrgs (se pronuncia ÚRGUIS), chamada de "a federal".  Essa é verdade!

26- Tem porte de arma

27- Não sabe onde esta sua arma   (Vou dar um tiro no piá que escreveu isso.)

28- O Centro de Porto Alegre, não fica no Centro ....  

29- Todo mundo tem apelido

30- Quando neva em Gramado, faz de conta que já sentiu frio bem pior.

31- A estrada que vai para o litoral se chama "Free-Way"

32- "Balada" tem conotação a tiroteio (Acho que ele nunca veio aqui.)

33- Tomar um "Balaço" é embriagar-se

34- Vai no Marcanã ver o Fla-Flu com camiseta do Grêmio (Muito boa!!)

35- Reza pra encontrar alguém do Casseta & Planeta e encher de porrada!

36- O primeiro telefone na memória do celular é sempre o do advogado

37- Fez CPOR, na arma de cavalaria

38- Já quis ser piloto da Varig.

39- Tem algum amigo piloto da Varig


40- Reclama dos preços da Varig

41- Pelé foi um enganador, craque era o Tesourinha e o Alcindo

42- Sonha em ter um sítio

43- Q uem tem o sítio, tem uma "eguinha", pra dar " banda" no sábado

44- Gosta de comer "Bergamota" na cama

45- Acha que entende tudo de vinho

46- Acha que a melhor cerveja do mundo é a Polar

47- Não tem a mínima idéia do motivo que pão francês é "cacetinho"

48- Gosta de domir depois do churrasco . "tchê, vou tomar uma magnésia bisurada
e dar uma sestiada.."

49- Adora passear na Expointer

50- Não perde uma oportunidade de trazer contrabando de Rivera

51- Chama a esposa de "Mãe" e marido de "Pai"

52- Ou é "chimango ou é maragato" 

53- Ou é PT ou é anti PT e não tem meio termo

54- Adora passar o dia em Gramado

55- Acha Gramado caríssimo

56- Desmarca até o casamento de um filho para uma pescaria ou caçada  

57- Adora chamar os outros de "fiá-da-puta" cujo plural é "fiá-das-puta"

58- Enlouquece quando é chamado de "filho da puta"

59- Adora assistir corrida com chuva no Autódromo de Tarumã  

60- Acha a Oktoberfest de Santa Cruz do Sul melhor que a de Munique

61- Já foi filiado ao PTB ou ao PDT

62- Parece íntimo de todo mundo

63- Adora caminhar na Rua da Praia, mesmo sem saber o que anda fazendo por ali.

64- Não tem carro, tem "auto" (Sem comentários..)

65- Sabe de cor o " Canto Alegretense, Céu Sol Sul e Querência Amada".  

66- Sempre leva um baralho de cartas pra praia, pra um " carteado com dia de
chuva". 

67- Gosta de passear em supermercado

68- Acha a Cidade Baixa um espécie de "SoHo" nova-iorquino dentro de Porto
Alegre


69- Acha o Moinhos de Vento parecido com a Recoleta ou Palermo Chico  

70- Assistiu a algum show da Elis Regina, mesmo que tivesse 4 anos quando ela
morreu...

71- Sempre foi apaixonado pelas "gurias do Anchieta"...as Anchietanas  

72- Já conheceu uma namorada no Dado Bier  

73- Traiu a namorada no Café do Prado 

74- Vai pra Factory em São Leopoldo, pra não ser descoberto.

75- Gosta de ir no "Parcão", no "Brique" e na "Encol".

76- Come sushi com costela

77- Não perde uma despedida de solteiro na "Tia Carmen"

 

 78- Gosta de dias de sol no inverno, pra "lagartear" (e comer a tal de "bergamota") 

79- Acha que ainda esta em tempo de "pegar em armas contra a ditadura do
governo central"

80- Já leu "A Ferro e Fogo", do Josué Guimarães umas 10 vezes

81- Chama o Metrô de "Trensurb"

82- Os táxis em Porto Alegre são de uma cor indescritível, e não tem o banco do
passageiro na frente .

83- Já foi no " Ocidente", no Bom Fim, mas nega até a morte!

84- Chama arquibancada de "Geral"

85- Chama "Geral" de "Coréia"

86- Os Colorados acham que o Beira-Rio é maior que o Olímpico

87- Os Gremistas acham que o Olímpico é o maior que o Beira-Rio

88- Chama cavalo de "pingo"

89- Chama menino de " piá"

90- Chamam os gays de "Odete"

91- Chamam as lésbicas de "Machorra"

92- Chama os vizinhos "as véia(o) aí do lado". Independente da idade deles.

93- Chama massa de ar polar de "minuano"

94- Já cantou muito Kleiton & Kledir

95- É sócio, ou já foi, do Grêmio Náutico União ou da Sogipa.

96- Sempre quis ser sócio do Leopoldina Juvenil

97- Tem fixação por "produtos coloniais"

98- Espera o ano todo pela Feira do Livro

99- Tem a mania de falar "Buenas Tchê"

100- Acha que as gaúchas são as mulheres mais bonitas do Brasil ( e são mesmo!! )

29.5.07

Churchill - eu adoro esse cara ...

Obs.: a última é a melhor, sem dúvida.
 

Quando Churchill fez 80 anos um repórter de menos de 30 foi fotografá-lo e disse:

- Sir Winston, espero fotografá-lo novamente nos seus 90 anos.

Resposta de Churchill:

- Por que não? Você me parece bastante saudável.


Telegramas trocados entre Bernard Shaw ( maior dramaturgo inglês do século
20 ) e Churchill ( maior líder inglês do século 20 ).

Convite de Bernard Shaw para Churchill:

"Tenho o prazer e a honra de convidar digno primeiro-ministro para primeira apresentação minha peça Pigmaleão. Venha e traga um amigo, se tiver."
Bernard Shaw

Resposta de Churchill para Bernard Shaw:

"Agradeço ilustre escritor honroso convite. Infelizmente não poderei Comparecer primeira apresentação. Irei à segunda, se houver."
Winston Churchill


General Montgomery estava sendo homenageado, pois venceu Rommel na Batalha da África, na IIª Guerra Mundial.

Discurso do General Montgomery:

"Não fumo, não bebo, não prevarico e sou herói"

Churchill ouviu o discurso e com ciúmes, retrucou:

"Eu fumo, bebo, prevarico e sou chefe dele."


Bate-boca no Parlamento inglês. Aconteceu num dos discursos de Churchill em que estava uma deputada oposicionista, do tipo Heloisa Helena, que pediu um aparte. Todos sabiam que Churchill não gostava que interrompessem os seus discursos. Mas foi dada a palavra a deputada e ela disse em alto e bom tom:

-"Sr. Ministro, se V. Exa. fosse o meu marido, colocava veneno em seu café!"

Churchill, com muita calma, tirou os óculos e, naquele silêncio em que todos estavam aguardando a resposta, exclamou:

-"Se eu fosse o seu marido, teria o maior prazer em tomá-lo."

Como é que é ...?

Os "clandestinos"

A visita do Papa ao Brasil, no início de maio, teve um episódio inusitado que foi superado pela discrição e criatividade do governo brasileiro. Quando a comitiva chegou a São Paulo, proveniente de Roma, verificou-se que dois membros viajaram simplesmente sem passaporte: nada menos que seus principais integrantes, o próprio Papa e o secretário de Estado da Santa Sé.
Diplomatas brasileiros estranham que o Vaticano tenha cometido falha tão primária de logística, e lembram que qualquer chefe de Estado recebe todas as regalias, como, por exemplo, a dispensa de visto, mas não é liberado para entrar em qualquer país sem uma identificação oficial.
 
O caso do secretário de Estado seria mais inexplicável ainda, pois ele é um funcionário de um governo estrangeiro como qualquer outro, e em nenhuma hipótese estaria liberado de apresentar seu passaporte diplomático.

O problema chegou ao Palácio do Planalto, e a solução foi deixá-los entrar em solo brasileiro e multar a empresa aérea Alitalia.
 
Oficialmente, a Alitalia foi multada pela Polícia Federal por ter trazido dois clandestinos a bordo: um alemão, Joseph Ratzinger, e outro italiano, Tarcisio Bertone. E a Nunciatura Apostólica ainda protestou formalmente junto ao Itamaraty pela multa.
 
 

(fonte: Merval Pereira, O Globo, 29/05/2007)

24.5.07

Algema é para preto, pobre e ...

Ou 'pau que dá em Chico deveria dar também em Francisco': um dos advogados de acusados no esquema das empreiteiras protestou contra a humilhação que seus clientes vem sofrendo, ao serem algemados no momento da prisão (a íntegra e os comentários a respeito estão em http://conversa-afiada.ig.com.br/materias/433501-434000/433706/433706_1.html).
 
Lembro-me de que na Coréia já mostraram presos famosos sendo enviados para a prisão em camisa de força, e de que exibiram o líder do Sendero Luminoso dentro de uma jaula - o que mostra que a prisão espalhafatosa não é exclusividade do brasileiro. Mas, convenhamos, porque esses que defendem os direitos humanos de grandes criminosos calam suas bocas bem pagas quando os bagres pequenos são destratados e humilhados pela polícia Brasil afora.
 
Talvez porque respeito seja mesmo coisa distante de pretos, pobres e ...
 

14.5.07

Homenagem - atrasada - às mães de todos os tipos

Ensinamento

Minha mãe achava estudo
a coisa mais fina do mundo.
Não é.
A coisa mais fina do mundo é o sentimento.
Aquele dia de noite, o pai fazendo serão, ela falou comigo:
' Coitado, até essa hora no serviço pesado'.
Arrumou pão e café, deixou o tacho no fogo com água quente.
Não me falou de amor.
Essa palavra de luxo.

Solar

Minha mãe cozinhava exatamente:
arroz, feijão-roxinho, molho de batatinhas.
Mas cantava.
 
Adélia Prado

Poesia

Sem você, eu me sinto ...

 

Babaca.

...

 

Idiota.

...

 

Um tonto.

...

 

Um tolo.

...

 

Um trouxa.

...

 

Cansado.

...

 

Sem vida.

...

 

Sem sono.

...

 

Sem sonhos.

...

 

Sozinho.

...

 

Mal.

...

 

Sem vontade.

...

 

Sem nada.

...

 

Tristonho.

...

 

Tristinho.

...

 

Tristão.

 

 

Em resumo:

sem você, me sinto um nada.

 

 

FPS, 05/02/1996, 14:12

11.5.07

Visita do papa: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa ...

A respeito da visita de Bento XVI ao Brasil já se falou bastante, com ou sem razão, com ou sem nexo - mas me parece que estão querendo transformar o Papa naquilo que ele, definitivamente, não é nem nunca será, seja por força do cargo ou por opinião pessoal.
 
Em primeiro lugar, Joseph Ratzinger não é líder espiritual de toda a humanidade, muito menos de todos os cristãos espalhados pelo mundo: ele é o líder máximo da Igreja Católica Apostólica Romana, o que significa que deve falar à comunidade que o respeita, e ensiná-la em suas doutrinas, não com o que a sociedade secular tem pregado como certo ou não.
 
Em segundo lugar, quer se queira, quer não, a Igreja Católica é contra o aborto e prega a atividade sexual apenas dentro do casamento desde que se conhece como Igreja - e tal posição não nasceu com o atual pontífice, é fruto de discussões de anos e anos e de uma interpretação bíblica que quase todo o cristianismo adota, com algumas diferenças no contexto (sexo por amor ou por procriação).
 
Baseado nessas afirmações, como é que se espera do Papa atitudes 'modernas' se o cristianismo em si não prega essa 'modernidade diversionista' que está em moda na sociedade do século XXI? Sinceramente, não dá para entender isso ...
 
...
 
O principal contrasenso dessa viagem do Papa, no entanto, passou sem comentários - mas não passa longe do Olho Clínico: como é que um Papa que escreveu a 'Dominus Iesus', que decreta os protestantes como seita herege, pode comprometer-se a ter um contato amigo com outras religiões, como o judaísmo e o monoteísmo?
 
...
 
E você, que acessa esse canto obscuro da Internet, o que acha desse e de outros assuntos debatidos no Olho Clínico? Clique em 'Comentários', logo abaixo, e deixe aqui sua opinião.

8.5.07

Virada Cultural ... para quem?

O problema maior de situações constrangedoras como a da Virada Cultural, em que imbecis exerceram seu papel de ser imbecis (depredando prédios públicos) e a polícia não exerceu seu papel de polícia (não distinguindo esses idiotas do resto do público) é que elas embutem o risco de se retirar atrações mais populares desse tipo de evento - e, em consequência, elitizar mais ainda a promoção cultural e comprometer até mesmo o sucesso de uma das melhores intervenções da Prefeitura de São Paulo.
 
Racionais MC´s podem não ser do gosto de muita gente, mas é inegável que eles dizem verdades que ninguém deseja ouvir sobre a periferia e seus elementos, marginais ou não; negar a eles e outros o direito a apresentar-se num evento como esse é o primeiro passo para tornar a Virada limitada à meia dúzia de intelectuais que louva o Centro Velho mas nem sabe onde fica Itaquera.
 
Você pode me dizer: 'ah, fps, mas ainda não falaram em proibir os Racionais na Virada'.
 
Mas vai - tenho certeza.
 
...
 
E, Renan, obrigado - voltarei ao tema do aquecimento global em breve.
 

4.5.07

Para pensar ...

A questão ambiental se resume a uma escolha ingrata: ou morremos aos poucos por destruir o meio-ambiente, ou morremos hoje, por não podermos explorá-lo.
 
O aquecimento global, ou a fome - que fazer?

3.5.07

Uma prosa, não muito antiga, mas sempre boa de se relembrar ...

Flashes de São Paulo


 
São Paulo é uma cidade fascinante - aliás, várias são as cidades que compõem São Paulo, cidade de tantos rostos e que "não pode parar", como já dizia o ditado (se bem que determinado prefeito disse que ela tem que parar, o que não deixa de ser verdade).
 
Não se pode descrever a cidade, entretanto, sem lembrar que ela sempre teve vocação para lugar de trabalho e de negócios, desde os tempos em que era um simples entreposto comercial e que D. Pedro I vinha aqui resolver suas pendências com a Marquesa de Santos, na casinha que ele mantinha por aqui e que hoje é a última vista que poderia ter, e que nos tempos republicanos atende pelo agradável nome de Museu do Ipiranga, pertinho do caminho para a praia.
 
...
 
Sobre o museu: certa vez quando criança me desviei do grupo que estava na praça e fui parar dentro do mausoléu de D. Pedro e de sua esposa - deu um medo ...
 
Nem quando ia à "cidade" (nome que os caipiras e seus filhos dão ao centro velho) fiquei com tanto medo: eu, perdido, e dois esqueletos do meu lado, vixe!!!
 
...
 
O Centro, ah, o centro; de tantas histórias e tantas andanças, e tantos perigos também  ...
 
O Centro velho de São Paulo padece de um grave problema: em poucos minutos se sai de uma região segura e se cai próximo do mundo cão. Não é uma coisa de se espantar, já que isso ocorre em todas as partes da cidade - mas a população em geral (e a classe média em particular) não gosta muito de ver suas feridas expostas a céu aberto, e tem profundo horror ao que não seja adaptável às suas necessidades, motivo pelo qual tantos prédios tombados jazem abandonados ao desuso, condenados à morte por um Condephaat bem intencionado mas mal sintonizado com as necessidades do povo.
 
De tal forma que o Centro acaba se tornando a verdadeira zorra total de dia e o deserto dos povos de noite dos gatos que não são pardos, divididos pela influência das zonas em que circundam seus diversos povos: camelôs e sacoleiras na 25 e na Sta. Ifigênia, gays no Largo do Arouche e na Frei Caneca, as agências de turismo da São Luis e os japoneses das lojinhas da Liberdade, estudantes do Mackenzie e da Anhembi Morumbi, funcionários públicos pra tudo quanto é canto e gente, gente que corre de um lado pro outro, sem que se saiba de onde vêm, nem para onde vão.
 
...
 
A periferia de São Paulo é marcada por certos contrastes: bairros que se desenvolveram ao redor das indústrias vão evoluindo, e os mais pobres seguem para mais longe, até o momento em que se tornam mais ricos e os pobres seguem para mais longe; ocasionalmente bolhas de prosperidade se formam em lugares afastados, mas é fácil saber onde se tem dinheiro e onde não tem: basta ver se o vigia está lá, e pronto! aqui tem dinheiro.
 
É interessante notar que, nesse caso, os mares de morros paulistanos acabam gerando uma cidade em que é difícil se locomover no dia-a-dia sem ajuda de um carro, ou mesmo de ônibus, se for o caso: os maiores entraves aos "dias sem carro" em São Paulo são justamente as ladeiras e subidas, que forçam qualquer um que tente andar à pé na cidade continuamente a ter um bom fôlego se quiser viver por aqui.
 
E o mais engraçado é que os de posses correm nos parques, mas se sairem a 5 minutos de casa, vão precisar do carro - pode?
 
...
 
Pode, assim como pode você andar meia cidade só para ir no barzinho da Vila Olímpia porque é chique e a Zona Leste é o fim do mundo para os descolados de plantão.
 
Se bem que em Moema é que tem boate, não no Anália Franco que é pertinho da minha casa (e viva Marlene Matheus, não sou do Timão mas "zê ele" eu sou ...).
 
...
 
Flashes, imagens e paisagens que se desenham - quem sabe eu escreva mais sobre isso, e por isso é que não deixo um fim definido. Mas não me esqueço do que meu pai dizia, quando se falava que apesar da melhor distribuição de renda regional a nossa Sampa tem ainda 33% da renda nacional:
 
"É, meu filho, São Paulo é lugar pra se ganhar dinheiro ...".
 
Pois é, pai, você é um sábio, mesmo.

FPS, 16/01/04, 11:24

Para pensar - Peter Pan. (via romantizado)

Ela me disse que amar era sofrer, e eu olhei pra ela e disse que sofreria por ela. Peter Pan. (via romantizado) http://ift.tt/2j028rt via ...