Pincelada rápida: Sarney e o nosso reflexo no espelho

José Sarney é o inimigo perfeito para a mídia conservadora (vulgo PIG) e para quem garante seu ganha-pão: é o último dos grandes oligarcas nordestinos (sim, porque a partir daí só teremos dinastias sem rosto governando os Estados) e já se livrou de tantas encrencas por sua proximidade com o poder que atrairia com certeza o ódio da opinião publicada, aquela dos formadores de opinião que já não formam tanta opinião assim (se é que formaram).
 
No entanto, vale a pena perguntar: será que o patrimonialismo é exclusividade da presidência do Senado, ou estamos falando de uma situação enfrentada no dia-a-dia, quando, por exemplo, alguém pede o apoio do amigo de longa data para obter um emprego para o filho, ou sobrinho, ou namorado da neta (como essa última denúncia)? Será que é só no Senado que existe esse tipo de atitude, ou estamos diante de uma situação que existe desde que Pero Vaz de Caminha pediu ao imperador um favor para seu filho, em 1500?
 
A se pensar ...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?