Oração

 

“Senhor,

não há mais tempo para o choro.

Nem para o lamento.

 

Não há mais tempo para nada.

 

Bem que eu gostaria

de ter falado mais com aqueles que amo.

De ter expressado mais meus sentimentos.

De ter mostrado mais meus ciúmes.

 

De ter gritado.

De ter esbravejado.

De ter delirado.

 

De ter avaliado melhor minha vida, e feito mais escolhas,

certas ou erradas.

 

Bem que eu gostaria de ter chorado mais, dado mais risadas,

e expressado melhor meus sentimentos.

 

Mas, agora, não adianta pedir mais nada.

 

A não ser que tudo dê certo.

 

E que eu possa acordar desse sono profundo,

dessa anestesia que tanto incomoda.

 

Para a vida.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?