24.12.12

Prosa

São Paulo ... ah, que merda!

Só estou te escrevendo para que esqueça a última carta; não consigo mais dormir desde que a mandei.

Não posso fechar essa chaga, não consigo, e ponto; depois te explico, mas decidi que não dá.

Não consigo deixar de ser eu mesma; você me perdoa?

Beijos mil,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

Para pensar - Escrito por Isadora M., Kellyn, Grazi e Juliana em Julietário. (via adesejar)

Busco liberdade. Duas palavras que conseguem descrever meus dias. Simples não? A parte complicada é encontrar essa tal liberdade. Meus pensa...