31.8.17

Para pensar

“Prometo” e “Eu te amo”. Duas palavras tão fortes que são ditas em vão.

http://ift.tt/2mxYF3l
(K.Shibahara. (via adesejar) )

30.8.17

Para pensar

evaporais: O prazer está nas coisas feitas com o coração.
from Tumblr http://ift.tt/2iG1Rwy
via IFTTT

20.8.17

YouTube: JN 1975 - Período anterior à 1964. Semelhança Impressionante com 2016

JN 1975 - Período anterior à 1964. Semelhança Impressionante com 2016
Editorial Rede Globo na voz de Cid Moreira, transmitido pelo Jornal Nacional em 1975, sobre os acontecimentos no país nos últimos 11 anos, desde a Intervenção Militar de 64. A semelhança com os dias atuais é impressionante.. https://youtu.be/i7OTR9mfEQ0
via YouTube https://youtu.be/i7OTR9mfEQ0

YouTube: propagandas da ditadura militar, que você não sabia.

propagandas da ditadura militar, que você não sabia.

via YouTube https://youtu.be/C4n9J5kiQKc

YouTube: TRT-SC - Direito do Trabalho - Prof. Marcelo Sobral - Salário e Remuneração - Parte única

TRT-SC - Direito do Trabalho - Prof. Marcelo Sobral - Salário e Remuneração - Parte única
Site: http://ift.tt/121Ybas Facebook: https://goo.gl/XQQAZF Instagram: https://goo.gl/zoYFzY E-mail: atendimento@papaconcursos.com.br Whatsapp: (51) 99344-7582 Telefones: (21) 3512-3058 - Rio de Janeiro (11) 4858-1315 - São Paulo (31) 2391-0090 - Minas Gerais (51) 3516-2889 - Rio Grande do Sul (41) 3891-0568 - Curitiba (61) 3686-0860 - Brasília (71) 2886-0936 - Salvador (81) 3264-0759 - Recife Faça parte do #bondedosobral: https://goo.gl/AcG7v0
via YouTube https://youtu.be/4Rx3Yj1KktY

YouTube: NYPD Pipes & Drums band leads Drew McIntyre's entrance to the ring: NXT TakeOver: Brooklyn III

NYPD Pipes & Drums band leads Drew McIntyre's entrance to the ring: NXT TakeOver: Brooklyn III
NYPD Emerald Society Pipes & Drums introduces Drew McIntyre's theme at NXT TakeOver: Brooklyn III: Courtesy of the award-winning WWE Network. More ACTION on WWE NETWORK : http://wwenetwork.com Subscribe to WWE on YouTube: http://bit.ly/1i64OdT Must-See WWE videos on YouTube: https://goo.gl/QmhBof Visit WWE.com: http://goo.gl/akf0J4
via YouTube https://youtu.be/bjp-tXVWYbo

18.8.17

Para pensar

Quem afirma que não é feliz, poderia sê-lo com a felicidade do próximo, se a inveja lhe não tirasse esse último recurso.

15.8.17

Um vexame, para todos nós. TODOS.



O que aconteceu em #Charlottesville foi uma teste de liberdade de expressão e de associação à nossa civilização. Para todos os lados. Para todos. Vou dizer de novo, para TODOS. Sim, mesmo os nazistas. Sim, mesmo os Antifa.
E nós todos falhamos no teste.
Liberdade de expressão acaba na incitação de protestos violentos. Liberdade de associação acaba em, de fato, protestar violentamente.
A situação saiu do controle porque pessoas, em ambos os lados, sentem que a violência que cometem é justificada — seja em nome da moralidade, em nome do vigilantismo, em nome da autodefesa.
Não importa mais. Vidas foram perdidas.
Não importa mais quem é “mais culpado” que quem. Vidas foram perdidas.
Não importa mais quem você acha que é “mais mal” ou “mais repugnante”. Vidas foram perdidas.
O pior é que houve várias situações como essa antes, com variados graus de feridos e danos à propriedade. E haverá muitos mais.
Quando chegamos nesse ponto, não se trata mais de esquerda versus direita. Disse isso antes e vou dizer outra vez: trata-se de autoritarismo versus anti-autoritarismo.
A liberdade de expressão não é só pra sua roda masturbatória de amigos que fazem piadas sobre socar nazistas, ignorando o que a #Antifa fez e continua a ameaçar a fazer.
Do mesmo modo, liberdade de expressão não é só para seus memes insanos sobre jogar esquerdistas de helicópteros e eletrocutar “degenerados” só pra perturbar as pessoas por nenhuma outra razão além do bem do Kekistão.
A liberdade de associação não é só pro seu grupinho zoeiro etnocêntrico, para intencionalmente posar para as câmeras fazendo saudações nazistas, porque você acha engraçado e quer ver a mídia enlouquecida, para, mais tarde, ter um bando de verdadeiros nazistas aparecerem e acompanhem, sinceramente, sua saudação.
Essas liberdades não são só para a esquerda quando convém à esquerda. Também não são só pra direita quando convém à direita.
Essas liberdades são para TODOS!
Não importa quanto você ou eu discordemos dessas ideias. Não importa quão danoso isso será no longo prazo. Não importa quão hiliantemente histriônica seja a conexão que você fez entre #GamerGate, a ascensão do Nazismo e a morte de seus camaradas da Antifa (para que você possa justificar o encerramento de contas em redes sociais, alavancando os publicidade ruim, chamando todos os nazistasm, tudo porque você não sabe ser maduro o suficiente para lidar com ofensa, ou porque não sabe como usar o botão de bloquear, ou porque você nunca aprendeu que dizer as merdas que você diz pode ter consequências sociais e que nem todos concordarão com você — não entre na porra política, por favor).
Essas liberdades são para TODOS!
Se você defende o silenciamento de todos por quaisquer meios necessários, inclusive violência, não importa a razão, você terá criado o precedente que irá (não “pode”, que “irá” mesmo!) silenciar você mais tarde.
Essas liberdades são para cada coisa repreensível que você acha que deveria ser varrida para o oblívio num estalar de dedos.
Por isso eles, lá fora, naquele dia, falharam no teste. E é por isso que você, se você pensa desse jeito, falhou também.
Não ofereço soluções. Não ofereço nenhuma epifania de esperança. Estou certo que seria vilanizado por “defender nazistas” por um lado, enquanto serei acusado de ser um “centrista radical” pelo outro.
Aproveite sua ida para seu extremo do espectro. Não importa em qual extremo você esteja. você falhará no teste de novo quanto as coisas estiverem ainda mais críticas. Só que você não verá como uma falha, mas como um sucesso.
Você não aprenderá nada com isso.
E você estará alegremente ignorante do modo como acabou num futuro distópico.
=======
Posto original em inglês nos comentários.
Embora Seph Slade coloque um pequeno “mas” no terceiro parágrafo, o texto segue muito na linha do que a página defende: a liberdade de expressão não serve para proteger as opiniões e ideias da qual você concorda. Liberdade para isso seria e é inútil. A liberdade existe para acomodar as ideias contrárias, dissidentes, perturbadoras e até monstruosas. Os eventos em Charlottesville demonstram que os EUA, mas acho que dá para extrapolar para o Ocidente como um todo, estão falhando em garantir um ambiente sadio e seguro para expormos livremente nossas ideias. Estamos cada vez mais hostis às divergências. Na atual conjuntura, é fútil, pra não dizer patético, apontar se a culpa é da esquerda regressista ou da direita reacionária. Se qualquer uma das duas ganhar esse embate, quem perde é a liberdade de todos nós.

(original, em inglês, aqui)


Medium: O que eu vejo de interessante: continuando nesse ritmo a briga mais surpreendente será entre os…

O que eu vejo de interessante: continuando nesse ritmo a briga mais surpreendente será entre os… on Medium.

Medium: As mudanças da religião, no Brasil, no mundo — e nos dados

As mudanças da religião, no Brasil, no mundo — e nos dados on Medium.

Medium: Sorriso com dentes

Sorriso com dentes on Medium.

Medium: Cuidado com o vazio de uma vida vazia demais

Cuidado com o vazio de uma vida vazia demais on Medium.

Medium: Google institui a censura como prática oficial e como isso afeta o mundo

Google institui a censura como prática oficial e como isso afeta o mundo on Medium.

Medium: Mulheres são do céu e homens são do inferno

Mulheres são do céu e homens são do inferno on Medium.

Ei, você…

É, você mesmo.
Você, que saiu às ruas abraçando árvores, canta “Imagine” como se fosse o Hino Nacional brasileiro e se diz representante da geração progressista.
Você, que xinga Trump e aplaude os “antifa” agindo como a Valesca Popozuda, dando “tiro, porrada e bomba” em todo mundo.
Você, que fala em direitos humanos mas diz que o único diálogo com nazis é um belo porrete nos fundilhos.
É, sim… é com VOCÊ que eu estou falando.
Se você, que fala tanto em coisas bonitas mas defende calar seus inimigos, age dessa forma, não precisa dizer mais nada.
Você, sim, VOCÊ… é um hipócrita.
Um tremendo de um hipócrita, que fala em boas ações, mas age como um criminoso; um hipócrita, que defende punições severas para os que são contra seus pensamentos, mas ações moderadas contra bandidos que fazem o que você gosta.
Você… sim, você é um hipócrita.
E sabe o que hipócritas deveriam fazer? Pegar suas palavras, belíssimas, suas ideias retóricas, e… engolir. Fundo.
“Pede pra sair, 02, que tu não é homem.”

13.8.17

Porque as Igrejas não discutem o que acontece na sociedade? Mais ainda: será que salgamos o mundo como deveríamos?

Este que vos escreve gostaria que seus colegas evangélicos, e outros cristãos, pudessem responder com altura a uma "provocação" como a da esquerdista acima - mais uma, dentre tantas que se fazem em tempos de pós-modernidade, nos quais ser "crente" virou ser "o culpado pelo mundo estar imerso no atraso", ou "agente de ódio que impede o mundo de evoluir". 

Alguma coisa, entretanto, me lembra de que dificilmente vamos ver denominações "sérias" falando sobre a marcha racista nas EBD´s amanhã. Talvez por ser Dia dos Pais - e pelas pessoas estarem bem mais interessadas em celebrar um modelo de família cada vez mais bombardeado na sociedade atual - ou porque, de fato, ninguém queira "trazer o mundo para ser analisado pela Igreja" (a não ser, é claro, para penitenciar-se pelo que não é sua culpa, e contaminar-se pelos males do século presente).

...

Como responder a pessoas que insistem em nos rotular como agentes do atraso? Como entender o papel do evangelismo na pós-modernidade? Como defender seus filhos de ir para a faculdade, e largarem o Evangelho por vergonha de serem chamados cristãos?

Perguntas complexas, com respostas a definir. Suponho que não saibamos como responder a nossos filhos, em um mundo cuja complexidade assombra o mais liberal dos cristãos praticantes. Creio, ainda, que nossos pastores não estão completamente preparados para o que está vindo, uma crítica ao Evangelho libertador dos homens como nunca se viu.

Isso porque esta é a primeira vez que os crentes tem que defender seu caminho como o correto, diante de um mundo que despreza a Deus e nega veementemente seu valor. Ops...

... será que é a primeira vez, mesmo? OU será que sempre foi assim, e nunca percebemos isso?

...

O presbiterianismo, do alto de seus 158 recém-completados anos de História no Brasil (e que em breve se juntará aos irmãos de outras denominações para comemorar os cinco séculos de protestantismo) via de regra deixa transparecer um defeito perigoso: o saudosismo exagerado. Cremos que os hinos antigos eram melhores, as mensagens, mais poderosas, e acreditamos piamente que o protestante, antes do surgimento de Igrejas mais modernas, era respeitado.

Sejamos objetivos: se hoje ridicularizam os "crentes" pelos pastores picaretas, que prometem prosperidade em troca de dízimo, antigamente éramos chacota pelos cabelos compridos dos "glória". Mesmo naqueles tempos, porém, éramos tratados como exóticos, diferentes do catolicismo sincrético das classes baixas ou do discreto charme do espiritismo, misturado com o ateísmo socialista, que sempre vigorou por aqui. 

Ser protestante, no Brasil, nunca foi fácil. Nem antes, nem hoje. E, talvez, nunca o será.

12.8.17

Para pensar

desmerece: eu espero que você aprenda com as pessoas que te machucaram e mesmo que elas não se desculpem você possa se perdoar e as perdoar em silêncio. algumas pessoas nunca enxergarão o mal que fizeram e está tudo bem. algumas pessoas são tão soberbas ao ponto de nunca reconhecerem seus erros. e está tudo bem também. algumas pessoas são más, não sentem a dor ou se preocupam com o próximo. aceite isso, esse é o karma delas. isso não faz mais parte da sua história. que toda dor causada pelo outro sem arrependimento vire paz e aprendizado pra você. quando você não conseguir mais sofrer por aquilo, só conseguir desejar o bem e enviar luz para essa pessoa, assim você saberá que está curado. autor desconhecido
from Tumblr http://ift.tt/2uQDM70
via IFTTT

2.8.17

Prosa: Vida, real. Na real.

Deixe-me dizer uma coisa, meu chapa: o mundo está pouco se lixando para sua tese de doutorado sobre as foquinhas verdes da Antártida. 

Ninguém quer saber da sua opinião sobre o governo Temer, ou sobre as suas experiências sobre sexo tântrico (que, aliás, nem deveriam ser ditas publicamente). Ninguém quer ver pela milésima vez sua foto na Disney abraçando o Mickey, ou seu olhar de satisfação orgásmica no momento em que você desceu o KY (ou seria K2? Ah, dane-se, é tudo pico mesmo...).

Ninguém quer ouvir sua explicação profunda sobre o "eu". Aliás, ninguém quer ficar escutando sua auto-bajulação ensimesmada.

Mas... ah... todo mundo quer ver o sorriso de uma criança.

Talvez porque ela é espontânea em sua risada, talvez porque seja gostoso se embebedar da sinceridade do olhar de um bebezinho.

Mas talvez - só talvez - porque não é falsa, nem mesquinha.

Abs, flw, vlw. Ciao.

fps, 31/07, 14:48

Para pensar

Bom dia! Deuteronômio 30.16. 16 porquanto te ordeno, hoje, que ames o Senhor, teu Deus, que andes nos seus caminhos e que guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, para que vivas e te multipliques, e o Senhor, teu Deus, te abençoe na terra, a qual passas a possuir.
from Tumblr http://ift.tt/2uWrHAH
via IFTTT

Para pensar - Ligados pelo Amor. (via introspectou)

Nunca me divirto com nada. Estou sempre esperando pelo que vem depois. Acho que todos são assim. Vivem de forma rápida, sem aproveitar o mom...