26.5.12

Poesia – para quem, não sei …

 

Lembrança fiel

 

Princesa,

quero que saiba

que não te esqueci.

 

As lutas dessa vida

é que me fizeram passar ao lado

dos sentimentos mais puros,

que somente pude guardar

dentro do melhor lugar

em que posso colocar as palavras

que tenho p´ra ti.

 

Dentro dessa armadura, princesa,

bate um coração forte.

 

Um coração

que já se acostumou às guerrilhas,

às emboscadas,

e às armadilhas que essa vida nos prega.

 

No entanto, princesa,

quero que saiba que não te esqueci.

 

Pois, princesa,

é impossível não esquecer teus olhos,

que me olham tão fundo

nessa imensidão.

 

Isso porque tu estás sempre comigo, princesa.

 

Sempre.

 

 

 

 

Princesa,

quero que saibas que não te esqueci.

 

Pois dentro do meu peito,

meu coração ainda se lembra

dos bons tempos em que estive contigo.

 

E dos bons tempos que espero ainda passar.

 

O que é certo

é que não te esqueci.

 

E meu coração me diz

que não quero te esquecer,

e sim sempre me lembrar de ti,

 

 

minha doce princesa de lábios de mel.

 

 

 fps, 21/05/1996

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seus comentários AQUI.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Disqus for Trash Etc!