Poesia


Nunca te disse que quando criança queria apenas um abraço para me sentir feliz,
nunca te disse que quando jovem procurava o amor escondido nas esquinas da vida,
nunca te disse que te amei desde a primeira vez que te vi,
nunca te disse que eras tão pura e tão bela quanto hoje,
nunca te disse que procurava em mim mesmo o que os outros tinham e eu não,
nunca te disse que não encontrava essas coisas mas outras que não me agradavam,
nunca te disse que achava que era estranho e que os outros eram normais,
nunca te disse que os outros me viam sensível e eu achava que não,
nunca te disse o quanto te amo e o quanto te amarei ainda,
nunca te disse que no meu quarto eu sonho contigo e acordo triste pois não estás lá,
nunca te disse que sonho contigo em meu quarto,
nunca te disse que sonho contigo minha,
nunca te disse que sonho contigo,
nunca te disse que sonho ...

Nunca te disse: "te amo".
Não desse jeito.

fps, não lembro a data

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conclusões sobre a Lei Seca

Poesia: Desespero da Arlequina

Dória prefeito: a vitória do que São Paulo é sobre o que ela deveria ser