Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Prosa, do tempo em que eu refletia sobre a vida ...

O carinhoAs vezes, quando sento na frente de um computador qualquer para escrever esses textos, ou mesmo quando uso papel e caneta para descrever o que me vem à cabeça, fico me perguntando o que falta muitas vezes nas pessoas para que elas possam ser um pouco mais felizes. E, dependendo da situação, me pergunto porque depois de um determinado evento, situação, encontro ou data, ficamos realmente felizes, alimentados de sentimentos bons e puros e preparados para enfrentar os problemas que sempre nos assolam, dia após dia.Dizem os livros - e a sabedoria popular assim o confessa - que "o homem deve viver em sociedade", e que, portanto, qualquer atividade que for feita em conjunto com outras pessoas ajuda, e muito, na formação de nossa auto-estima. No entanto, o mais importante que posso afirmar é que de nada vale o homem - incluindo-se também a mulher, nesse caso - ficar procurando o convívio dos outros se ele não recebe algo em troca que faça valer a pena todos os …

Era para ser sobre TV, mas a Lei Geral das Religiões foi mais rápida e ...

Esse que vos escreve ia falar somente sobre um dos assuntos que mais me agradam, a saber, a televisão e o mundo dos reality shows que sempre acaba nos levando a pensar um pouco mais em como funciona a natureza humana nos tempos de hoje (lembrando que esse blog se chama TrashEtc! também porque, entre outras coisas, é um bom espaço para se escrever o que vem à telha).

No entanto, é preciso que se fale de um assunto mais controvertido antes disso: foi aprovada, em tempo recorde para o Congresso Nacional, a Lei Geral das Religiões, que disciplina assuntos de ordem jurídica na vida das Igrejas evangélicas e que é uma resposta ao Estatuto Jurídico da Igreja Católica, que foi negociado diretamente com a Santa Sé e que daria determinados privilégios à esta Igreja em relação à outras denominações no país.

No contexto jurídico, o Estatuto parece apenas regulamentar e reforçar os direitos de culto previstos na Constituição, e na sua origem ela garantia mecanismos para manter a salvo os direitos…

Para explicar poeticamente porque o Suplicy dá aula de política ao Mercadante ...

O piado, conciso e rápido, explode. O cartão, vermelho qual fogo, expõe. A diferença? O cartão não queima. O "piado" sim ... tuit, tuit, tuit ... fps, 26/08, 11:00 E, para refletir: o que "A Fazenda" tem a ver com o Senado e a política brasileiras? Resposta, em breve.

Poesia

Imagem
De longe, de muito distante,
um velho nos fita, e a mente
me faz pensar quem ele é.



De perto, no entanto, o pedante
revela a verdade: é somente
figura, postada de pé.


fps, 23/08/09, 19:19

Prosa

O mundo animalExiste uma variada gama de animais que os zoólogos sempre procuram estudar, ávidos de informações sobre seu comportamento, reprodução, alimentação e hábitos de organização. Se agem em bandos ou sozinhos, se caçam, pescam ou comem frutos, se tem pelos ou penas, e por aí vai, demonstrando que o homem adora conhecer os bichos, e entender porque agem assim, ou como.Embora não seja zoólogo e o máximo que eu conheço de animais é chegar perto do cachorro do vizinho ou da gata da secretária, devo dizer que certos animais me fascinam muito, principalmente no campo dos répteis e anfíbios, que são, na minha humilde opinião, animais desprezados pela maioria das pessoas mas capazes de proezas fascinantes, e de métodos de organização e trabalho exuberantes, dependendo da forma como "pensam" e "sentem" o que está ao seu redor. Vejamos, agora, alguns destes injustiçados animais que a natureza humana renegou a um segundo plano, mas que valem muito para o e…

Poesia

Declaração de amor de um coraçãoindeciso Não sei o que digo,não sei o que penso,não sei o que sintoquando falo em ti.Não sei se me explico,não sei nem se possofalar, ou pensar,ou dizer-te, aqui.É mui complicadolidar com palavras,sentir o que sinto,em meu coração.Na praticidadeeu sinto saudadede todos os temposque um dia vivi.Pois sinceramente,bem mais já escrevi,e, tenho certeza,bem menos senti.Mas hoje, contudo,eu sinto uma coisaque vem bem de dentro,de dentro de mim.Uma coisa estranha,singela, profunda.Que vem bem de dentro,primeira estação.E então eu sorrio,em grande emoção.De amor ... e paixão.

Quem se alimenta da mídia golpista?

Quem anda pelos blogs de política tem visto - e xingado - a atuação do que a esquerda convencionou chamar de PIG, o Partido da Imprensa Golpista que tem supostamente como objetivo detonar o governo Lula através de mentiras e calúnias, e que, para muitos, representa o maior dos males que vem afligindo a atual gestão presidencial e seu projeto para o país; a partir daí todos os erros dessa imprensa tem sido levantados de forma cada vez mais severa na internet brasileira, de tal forma que todo blog de esquerda tem alguma coisa a contar sobre os erros da "mídia maldita".

Entretanto, tal análise não contempla o fundamental: para quem escreve essa mídia.

O que chamamos de "PIG" não é, a princípio, um grupo coeso de pessoas, já que cada colunista político desse país tem uma postura a respeito de problemas estruturais e cada meio de comunicação possui seu comprometimento com a sociedade - que não se espere das TV´s, por exemplo, que seja tão severa com o governo…

Prosa

Imagem
Reminiscências das Gerais

Fazia muito tempo que não vinha à casa, casa de recordações e sonhos, dos meus pais e minha, onde guardava as lembranças de doces momentos vividos que se romperam bruscamente quando fui para a grande cidade.

Tempos de doces e compotas, de queijos, vacas pastando, dias claros e noites escuras, ruído de grilos, cocoricós e muuus em sintonia perfeita com o mato, que crescia e verdejava, da represa e dos peixes, e das comidas gostosas e saudáveis da mamãe.

Lembrava-se dos pais acordando cedinho, "com as galinhas", para cuidar de tudo - do cafezinho puro, dos pães de queijo e das quitandas, e sentia-se feliz.

Um dia a vida a levou para novos ares, da grande cidade com seus sonhos e ilusões, e suas perspectivas de grandeza; que se diga que a labuta do campo é severa, e cobra seu preço de todos, no embrutecimento do corpo e da alma, e nas ilusões perdidas entre sonhos de pequenos luxos e de uma vida melhor, qual seja ela.

Mas na hora em que reviu a…

Prosa

Jornal de domingo Domingão para mim, além de ser uma tormenta habitual para acordar cedo, é dia de ler jornal, assim como a maioria dos brasileiros que mora nas grandes cidades e relembra a semana a partir do momento em que pega o calhamaço que se chama jornal de domingo para a leitura diária. Em outros dias, essa leitura se faz mais rápida, quase como uma reposição: no domingo, porém, tal fato se reveste de uma habitualidade tão grande que as vendas quase quadruplicam, sabe-se lá por quê (bem, houve um tempo em que se comprava o jornal e levava uns brindes p´ra casa, mas a prática foi abortada depois que passaram a cobrar por isso...). O jornal de domingo, em Sampa, seja ele Folha ou Estadão, é sempre um calhamaço de dez a doze cadernos, com as matérias da semana, as notícias de diferentes níveis, não sei quantas partes de classificados (e, como sempre, com muito anúncio colorido e um "release" de conteúdos minúsculo, e que me perdoe o Aldo Rebelo por eu não ter a…

Poesia

O vazio Pediram que eu escrevesse sobre o vazio.Mas escrever o quê?Nao há nada no vazio.Há, sim,a luz dos detalhes,de cantos que mostram,outros que se escondem;a luz, ou sua falta,e o que mais aparecepara nos mostraro profundo vazioque existe na falta de algo.Mas, se pudermos pensar,e até refletir,sobre o estúpido tema,nao ha nada no vazio.Apenas vazio,vazio que dói,angustia, atormenta,vazio que cai,cai sobre as pessoas,vazio que teme,afugenta, deprime,vazio, enfim.Não há nada no vazio.E, se pudesse,não haveria nada mesmo,pois, já que não posso descrever o nada,torna-se inútil falar no vazioque existe em cada um de nós.Pensando bem,que texto mais vazio esse, não?fps,12/01/1996

Fretados, lei antifumo ... é o higienismo à solta em São Paulo ...

Sejamos francos: todos sabemos que São Paulo há muito tempo embarcou na visão neofascista de uma parcela significativa dos formadores de opinião de que medidas restritivas são a única forma de se manter a ordem diante do caos social, validando uma ditadura social no melhor estilo de "1984", desde que se convencionou por estas bandas que leis de cunho autoritário resolveriam todos os problemas do cidadão e trariam "ordem" a um mundo em frangalhos, representado pelo teatro de absurdos de Brasília e o caos inexplicável do Governo Federal. Só isso explica porque tanto gosto do paulistano por medidas autoritárias como a Lei Antifumo, a proibição aos fretados e, mais no passado, a Lei Cidade Limpa - e, convenhamos: a grande maioria da população não fuma, e se fuma dificilmente será afetada por uma lei que deveria afetar o cotidiano normal do cidadão (fuma em casa, ou na rua, mas não no trabalho e nem vai a baladas ou barzinhos da moda); some-se aos "taba…

Poesia

Loucura e matançaMuitos matam, todos os dias, por falta de dinheiro.Muitos matam, todos os dias, por falta de esperança.Muitos matam, todos os dias, por briguinhas pessoais.Muitos até mesmo se matam, por não suportar a si mesmos.E como matam! E muito matam!Os hospícios estão cheios, e vão lotar ainda mais,mas outros loucos estão à solta.Loucos que não babam,não gritam,não andam nus pelas ruas,nem mesmo falam sozinhosou agem de maneira estranha.Mesmo assim, loucos estão,e ninguém vê.Depois ainda acham que o louco sou eu.fps, 06/12/95

Gente que torna a internet brasileira insuportável

Imagem
Existe um tipo de pessoa na Internet, que se diz "muito macho" e está disposto a fazer qualquer tipo de revolução desde que não tire a b... da cadeira ou que não precise sair às ruas num dia de frio intenso; essa espécie de babaca transgressor, seja ele de direita ou esquerda, povoa os comentários da blogosfera, preferindo fazer e falar besteira dos textos de qualquer blogueiro e tentando desqualificar a pessoa que está escrevendo (e não o que ela escreve).

Também há outro tipo de comentarista que me dá nojo, o autoritário de plantão que podemos detectá-la muito bem - são os imbecis que atacam os fretados e os fumantes de São Paulo e que citam a Lei Cidade Limpa para dizer que os deveres serão implementados sem direito a contestação, sem notar os efeitos da tal Lei na vida do cidadão que não acha o Centro de SP a oitava maravilha do mundo (no caso dos fretados, inclusive, essas pessoas brilharam à exaustão, fazendo com que os que não são paulistanos acreditem que…