Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Oração

“Senhor Deus,
criador dos céus, da terra
e de tudo o que neles há,
sabes da minha vida
melhor do que até mesmo eu.

Compreendes meus erros,
orientas meu caminho
e me fazes ser um grande homem.

No entanto, Senhor,
dúvidas me vêm a mente,
dia após dia,
sem cessar.

Meu coração está dolorido,
inconsolável,
por tudo aquilo que fazem contra mim.

Já não sou mais aquele que era antes.

Estou junto dos que estão junto de ti.

Mesmo assim,
me caluniam,
difamam o meu nome,
me ridicularizam dia a dia.

Não sei mais o que fazer, Senhor.

Não te peço vingança,
pois sei que,
apesar de tua ira ser muito forte,
és tardio em irar-se
e sua misericórdia é por demais infinita.

Peço-te, apenas, Senhor,
que eles possam, um dia,
por a mão na consciência
para reparar seus erros,
ou pagar por eles.

Pois, Senhor,
apesar de não acreditarem,
os justos ainda existem no mundo,
e o que o mundo mais necessita
é saciar a sede de justiça,
justiça essa que só tu sabes qual é.

Esteja conosco, Senhor.

Amém”

Prosa

O mistério do casamento

Era um momento feliz.

E eu estava lá, desfrutando de todos aqueles instantes que aguardavam aquele casamento, e tudo o que girava em redor deles.

O que tinha de tão especial aquele casamento ?

Era, simplesmente, o fim de uma longa época de sofrimentos do noivo e da noiva, em busca de sua felicidade, que terminava ali - ou começava, já que um casamento não é nem o início nem o fim de um relacionamento, apenas é um marco na vida das pessoas que estavam por lá.

No entanto, alguma coisa acontecia de especial, e vou lhes contar isso baseado no que vi e senti.

O noivo, sorridente, embora nervoso, parecia estranho.

Sentia em seu peito o coração pulsando, mais e mais, como se fosse o último momento de sua vida.

Vivia cada momento que o separava do grande acontecimento do dia.

Já uma das madrinhas parecia cansada, esperando apenas o momento de tudo aquilo terminar para voltar para casa, e viver a sua vidinha de sempre.

Um dos padrinhos, grande amigo do noivo, pensa…

Mais uma edição do "Dia sem carro" ...

... e mais uma vez a mesma retórica aparece: promessas de ciclovias e vias públicas para pedestres, a televisão fazendo matérias à pé pela cidade e ativistas reclamando (com razão) que pouca coisa é feita para a construção de uma cidade mais sustentável. No entanto, ninguém ainda me explicou como é que realmente se pode criar uma cidade sustentável se não conseguimos torná-la mais prática para o dia-a-dia, já que não conseguimos nem criar um sistema de transporte que seja eficiente para que a população de todas as classes e tipos o utilize, muito menos mudar a mentalidade da população para que ela aceite essa integração, ainda que à força. Ou será que nem a força vai adiantar, vide decisão dos fretados em São Paulo?

Prosa

A primeira carta “São Paulo, 7 de setembro de 1.995. Querido amigo, quantas saudades ! Às vezes penso que é como se o mundo acabasse. Sinto como se a minha vida fosse uma grande ilusão - sim, uma grande ilusão, feita de sonhos e desejos cuja vontade é infinita, mas irrealizável, que vive pela pessoa amada e que nela é realizada, que está longe dela pensando em estar perto, que é essa poderosa dor tão gostosa chamada amor. Será que ele me ama? Acredito do fundo do meu ser que sim - ele é dócil, bonito e dono de um olhar irresistível, mas também acho que ele pode ser rude e insensível às vezes. Oh, meu doce amigo, meu sonho, minha ilusão, venha logo me amar de uma vez e esquecer o tempo que já passou! Dá-me as forças para perceber que meu sonho pode ser real, que nada pode me separar de ti, e que o amor sempre poderá ser eterno, sempre, sempre, sempre ... Digo ...  Por que será que o amor é tão difícil de ser alcançado ? Por que vivemos tanto, tanto tempo de um tal jeito que ninguém sabe porq…

Panorâmica das conversas ao telefone

Panorâmica das conversas ao telefone - Pronto. - Oooooooiiiiii-mor-zin .... Você já sabe - vai demorar ... - Oi, querida. Tudo bem? - Ai-querido-você-não-sabe-o-que-me-aconteceu-hoje ... Xi ... vai demorar mesmo ... - Ótimo que seja assim, meu anjo - fala então o que é que ... - Ai-querido-foi-a-Mariane. A-gente-tava-no-serviço-fazendo-mais-um-relatório-daqueles-malucos-que-a-chefe-SEMPRE-pede-quando-tem-problema-de-checagem-de-conta. Ai-ela-pediu-aquele-relatório-e-a-coitada-errou-TUDO !!! Você-nem-imagina:ela-com-cara-de-trouxa-e-a-gente-tendo-que-correr-para-ver-o-que-é-que-tava-errado-e-o-que-que-não-batia ... e-a-chefe-lá-SEMPRE-com-aquela-cara-amarrada ... E assim segue pela próxima meia hora, com pausas para um "sim, querida", ou um "não, querida", e quando você, num lapso pequeno de tempo, boceja ... - O que foi isso? - Ah??? Nada, não, amor, é que ... - EU SABIA!!! Você-não-estava-ouvindo-nada-do-que-eu-estava-falando-seu ... seu ... seu ... SEU INSENSÍVEL …

Prosa

O popular, o populista e o não tão “popular” assim

            Acordei hoje cheio de vontades para escrever um texto com esse título, mas o engraçado é que me faltou coragem, tato ou mesmo inspiração para introduzir esse assunto à vocês. Me perdoem o lapso, já que não sou tão popular entre as pessoas para poder ficar sem pedir desculpas por alguns minutos, mas é que esse assunto é um tanto quanto infeliz, até pela incapacidade que temos de discernir os gostos que as pessoas tem em comum, seres humanos diferentes que somos, em nossa imensidão de opiniões e gestos malucos do cotidiano que temos, todos os dias, em nossas humildes vidas.

            Mas o fato que temos é o seguinte: hoje, vivemos a era do profissionalismo cultural exagerado, no qual todo mundo quer fazer “arte” e dar-se bem com isso. Embora os conceitos de arte e cultura sejam diferentes para as gerações - e certamente o são - nos vem a cabeça a pergunta, tão cheia de sentido como vazia de respostas, incansável e fútil com…

Oração

“Santo Deus, grandioso pai,
cujo poder  se estende em todos os lugares da Terra,
invoco a ti para dizer-te
que sou um pecador.

Não sou digno de dirigir-me a Ti,
poderoso ser ao qual devo a Vida
e o privilégio de ser chamado teu filho.

Não sou capaz de viver  sem o vírus do pecado,
que nos torna incapazes de estar  plenamente
junto a Ti.

Não tenho forças para seguir meu caminho
se Tu não estiveres comigo.

Não tenho qualidades que se compare à tua força
e tuas capacidades enquanto ser superior.

Não tenho nada, enquanto tu possuis tudo.

Talvez tenha meu espírito, que de nada vale,
se não estiver junto de Ti.

Mesmo assim, diante de tudo isso,
ainda me atrevo a pedir.

Peço que tu guies meus passos, Senhor,
para não ir contra tua santa Palavra.

Peço-te ainda a sabedoria,
para lutar  em favor dos que necessitam de mim.

Peço-te a grandeza,
para estar ao lado dos que defendem o Bem.

E, se puder pedir mais ainda,
peço-te a felicidade,
que não se consegue facilmente nos dias de hoje.

Peço-te pel…

Aviso aos navegantes: novela vem, novela vai ...

Do meu "exílio dourado" (de onde teclo agora), aproveito primeiro para mandar um abraço a todos os colegas do Boteco do Balaio, que estão se divertindo nesse momento, e dizer que estou muito feliz por vocês, e que só não estou (ou pude estar) aí porque o dever nos chama.

Na verdade já dou graças a Deus por poder blogar nesse momento, enquanto todo mundo na sala ao lado dá seus berros e choros com o final da novela das oito, nesse 11 de setembro que se encerra.

...
E, falando em novela, o que eu posso dizer é que "Caminho das Índias" repete o samba do crioulo doido de "América" e "O Clone", e também o sucesso meio inexplicável que todo caldeirão cultural de Gloria Perez faz, numa pizza meio cultura que não conhecemos (e que continuamos a não conhecer) meio gafieira carioca, temperada com conflitos característicos de todo folhetim do gênero.
Folhetim que na verdade continua a girar a roda da vida, essa que nos fará esquecer dessa novela tão logo suba…

Poesia

Concreto e abstrato num beijo





concreto, abstrato,
fundindo-se, pois
quando é o momento,
quando há sentimento,

só aquilo vale,
só aquilo,
só.

mas,
que hora é essa
que chega,
de repente
e se instala?

a fazer olhar o infinito
e descrever movimentos,
gestos contínuos,
estórias sem nexo,
convexo?
concreto infinito,
num beijo informal.

namoro formal,
estória concreta,

fantástica, aberta;

fantasia.

real.

Beijo transcende,

explode no rosto,

se funde na boca,

delírio.
Beijo que acende,
que sente, que funde,
que inunda ...

... afunda,
num riso sem fim.

concreto, abstrato,
feio, bonito,
forte, fraco.

riso informal,
sorriso do mal.

Vitória do bem.



fps, 01/09, 18:50

Pois é, a cada ano isso sempre acontece ...

Nos meus 34 anos, desejo que aqueles que estão vindo a este blog tenham muitos anos mais por sua jornada nesse mundo; muitas felicidades, muita saúde, paz de espírito e força de vontade para encarar esse desafio maravilhoso chamado vida. Que vocês possam ter, também, o tempo e a vontade para passar mais por aqui, deixar seus comentários e dar um pitaco atrás do outro; que muitos comentários apareçam por aqui, e que eu possa ter mais e mais inspiração e vontade de opinar, para dar a quem chegou agora um motivo a mais para estar aqui. fps, 06/09/09

Aviso aos navegantes: em respeito às minhas sobrinhas adolescentes ...

... eu peço um minuto de silêncio para o aniversário de um ano do fim do RBD, a prova viva de que um raio pode cair várias vezes no mesmo lugar (quem não se lembra do Menudo e do NKOTB, vulgo New Kids on The Block?). Neste post do Ideiafix tem mais sobre o assunto, seja pelo texto em si ou pelos comentários venenosos das miguxetes e miguxos; e não se espante, tem coisa pior do que isso, como pode comprovar a comoção do pessoal do relacionamento do casal do BBB9. ... Aliás, agradeço ao Frank por ter incluído um link para o TrashEtc! no seu blog, assim como a Aliz, que modera o Boteco do Kotscho e ainda escreve com uma singeleza que fascina bastante, como se pode ver nesse texto, do TextoSentido, um dos cinco blogs que ela possui. Tanto é que o TextoSentido entra na lista de blogs que é servida "a la carte" para os que aqui chegam, assim como o próprio Balaio e outros blogs, que irei comentando na medida do possível (e, droga, não é que eu acabei mesmo perdendo o Bl…

Essa é boa ... a unção de Kassab?

Especialmente para os petistas e evangélicos que acessam esse blog, um dos momentos mais patéticos das eleições de 2008, quando Gilberto Kassab se "converteu" na Igreja Comunhão Plena, durante a campanha: Sem comentários ... passo a palavra para vocês para que me digam o que significa isso ...